Acesso ao Micro-Crédito é debatido hoje

Os empresários nacionais continuam a reclamar por maior atenção por parte dos bancos comerciais, como é o caso do Banco de Poupança e Crédito (BPC), detido pelo Estado.

Na busca de resposta para várias questões que afligem os homens de negócios, a Federação das Associações Empresariais de Luanda (FAEL) realiza hoje, Terça-feira, 15, em Luanda, nas instalações do Ministério do Comércio, um seminário sobre o “Papel do Banco de Poupança e Crédito no desenvolvimento das micro, pequenas e médias empresas no país”.

O secretário da Federação das Associações Empresariais de Luanda (FAEL), José Neto, disse que o principal objectivo do seminário é reunir empresários e jovens empreendedores num só espaço, por forma a dialogarem sobre algumas questões e dar resposta aos problemas que enfrentam, principalmente aspectos ligados ao acesso ao crédito.

“Vamos buscar soluções para resolver o problema do acesso ao crédito, como lutar por maiores períodos de carência do crédito, como lutar por maiores períodos de reembolso e as garantias dos créditos”, disse José Neto.

Segundo o responsável da Federação Empresarial, que falava em exclusivo ao OPAÍS, o tema do seminário foi escolhido tendo em conta que o Banco de Poupança e Crédito (BPC) é o maior do país e por ser estatal tem responsabilidades acrescidas no desenvolvimento das empresas, que posteriormente vão contribuir para a criação de milhares de empregos.

Segundo o responsável, consta no programa do Governo, criado recentemente, para o aumento da produção nacional (PRODESA), a criação de micro-empresas que vão alavancar a economia nacional.

Disse que o evento vai reunir cerca de 108 participantes, entre membros do Governo e empresários, e vai debater, entre outros temas, questões ligadas ao papel do Banco de Poupança e Crédito no desenvolvimento das micro, pequenas e médias empresas, a influência da Administração Geral Tributária nas micro, pequenas e médias empresas. Como as empresas Lactiangol, Nestlé, e Movicel poderão estabelecer parcerias de negócios com os nossos empresários.

 

Post Author: facesdeangola

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *