Intensificadas acções de combate à malária

A Direcção Provincial da Saúde Pública, está a reforçar a sua estratégia no combate à malária, nos municípios do interior da província de Benguela, anunciou, no sábado, o director provincial do sector.

António Manuel Cabinda, que falava durante um en­contro de esclarecimento pú­blico, realizado na sala de conferências do Hospital Geral de Benguela, disse que o programa de reforço da estratégia de combate à malária, deve-se ao facto de esta epidemia estar a produzir nos últimos meses, várias vítimas mortais.
“Multiplicam-se também os internamentos de pacientes, com malária nas enfermarias dos hospitais municipais, assim como nas unidades sanitárias das comu­nas, afectando maioritariamente crianças e mulheres grávidas”, disse António Ma­nuel Cabinda.
O director provincial da Saúde, afirmou que, durante o ano passado, a média de a­tendimento de pacientes com malária foi de 700 por sema­na. “Nos municípios de Ba­lombo, Cubal, Bocoio, Ganda, Caimbambo e Catumbela, são diagnosticas em média diária 25 casos.”
Segundo António Manuel Cabinda, de acordo com a estratégia multi-sectorial, de combate ao surto da ma­lária, várias quantidades de mosquiteiros impregnados, já estão a chegar em Benguela, para serem distribuídos à população, tendo o sector já adquirido dez máquinas para a fumigação em áreas urbanas, e igual número de motomochilas e outros equipamentos que vão permitir, desenvolver o trabalho em todas as localidades da província.
O director provincial da Saúde, informou  que a campanha de fumigação “vai atingir áreas de difícil acesso em comunas, povoações e aldeias, localidades onde a população vive rodeada de pequenas lavras, capim alto e águas estagnadas em quintais e arredores”.

 

Post Author: facesdeangola

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *