Carnaval 2018 estimado em 170 milhões

A Associação Provincial do Carnaval de Luanda (APROCAL) estima em 170 milhões de kwanzas o orçamento para a realização com êxito da edição 2018 do carnaval na capital do país para cobrir as necessidades dos grupos e dos desfiles das classes A e B (adulto) e C (infantil) garantiu ontem, em declarações, ao Jornal de Angola, o seu presidente António de Oliveira “Delon”.
Antonio de Oliveira “Delon” informou que Os apoios financeiros e materiais destinados aos grupos carnavalescos para a edição 2018 do Carnaval de Luanda cujo acto central realiza-se a 13 de Fevereiro, na Marginal da Praia do Bispo, devem ser disponíveis na primeira quinzena de Janeiro.

O presidente da Associação Provincial do Carnaval de Luanda reconheceu que tal situação é decorrente da conjuntura financeira que o país atravessa e assegurou que os grupos carnavalescos têm conhecimento dos esforços efectuados pelo Executivo e pela associação que dirige, no sentido de garantir a realização com êxito da manifestação.

Procurar manter os grupos carnavalescos “unidos e coesos, dentro do espírito de superação das adversidades”, numa fase em que o país enfrenta problemas financeiros está a ser o grande desafio da associação, disse o presidente da Associação Provincial do Carnaval de Luanda, que já alcunhou a edição de 2018 como “Carnaval da Coragem”, lamentou o facto de até agora não terem sido disponibilizadas as verbas, que devem ser alocadas aos grupos carnavalescos de Luanda, no sentido de poderem dar continuidade dos seus trabalhos. “Os grupos devem apostar fortemente na qualidade dos estilos de danças, alegoria, painel, falange de apoio e coreografia, caso queiram vencer nas classes A, B e C na próxima edição do Entrudo em Luanda.”

Embora a resolução desta situação está fora do alcance da Associação Provincial do Carnaval de Luanda, António de Oliveira “Delon” disse que a associação que dirige continua a trabalhar com o Ministério da Cultura e o Governo de Luanda no sentido de se ultrapassar o problema relativo aos incentivos financeiros.

De acordo com o presidente da Associação Provincial do Carnaval de Luanda, os grupos carnavalescos de Luanda apesar das várias reuniões de esclarecimento da situação, continuam a manifestar descontentamento pelo atraso registado na recepção dos apoios para a preparação adequada dos mesmos.
Apesar dos constantes apelos à paciência e a calma feitos pela associação aos grupos, António de Oliveira “Delon” assegurou que a Associação Provincial do Carnaval de Luanda vai honrar o seu compromisso no que diz respeito aos apoios financeiros e materiais, tão logo sejam disponibilizados os valores.

Post Author: facesdeangola

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *